Entrevista especial: professor Hoércio Baena Pinto

O professor Hoércio Baena Pinto tem mais de 35 anos de trabalho a favor dos esportes. Está formando atletas de voleibol há 25 anos. Ele e sua turma de alunos participaram dos ensaios fotográficos para o Guia das Modalidades Esportivas Terrestres. Nesta pequena entrevista, o professor Hoércio fala um pouco sobre a importância do voleibol como modalidade de iniciação à prática esportiva.

Entrevista especial: Diogo Silva

O atleta olímpico de taekwondo, Diogo Silva, fala nesta entrevista um pouco de sua carreira e da proposta pedagógica do Programa Clube Escola, que une educação e esporte para o desenvolvimento humano e cultura de paz. Diogo Silva participou como consultor e instrutor no Guia Didático das Artes Marciais e Esportes de Combate produzido pela Secretaria de Esportes, Lazer e Recreação da Prefeitura de São Paulo.

Ensinar e aprender no mundo digital

Este post tem o objetivo de compartilhar uma dica de material pedagógico. Vale a pena que todos interessados em comunicação, cultura e educação conheçam o material produzido pelo Centro de Estudos e Pesquisas em Educação, Cultura e Ação Comunitária (CENPEC).  Trata-se da Coleção Ensinar e Aprender no Mundo Digital. São seis fascículos que podem ser baixados da internet no formato PDF ou lidos on-line. O link está aqui.

Vale a lembrança de que o Ecole/SEME está aprontando o ingresso de todos os Centros Educacionais e Esportivos (CEEs) no mundo virtual, com a formação da rede de compartilhamento de informações e conhecimento do Programa Clube Escola. A proposta faz parte dos objetivos de disseminação e fortalecimento da política de desenvolvimento humano e cultura de paz da Prefeitura de São, que tem o apoio da Unesco.Em breve, teremos maiores detalhes para compartilhar.

Como funcionam as redes da internet

manualredesUsamos diariamente a “computação em rede” quando acessamos portais, sites, blogs e redes sociais e por este motivo é interessante sabermos como funciona esse maravilhoso mundo novo das tecnologias de comunicação e informação, que tem a internet como carro-chefe. Conhecer sobre tecnologia de comunicação de dados permite ao usuário final da internet dimensionar quais são as características e as possibilidades para navegar com segurança pela web.

No link abaixo, o professor Charles Severance, da Universidade de Michigan, apresenta em vídeo informações básicas a respeito da arquitetura de hardware e software que fazem a internet acontecer. Charles Severance é professor do curso Internet History, Technology, and Security, promovido pelo Coursera.org. O Coursera.org funciona como plataforma de Educação a Distância (EaD) denominada como MOOC – Massive Open On-line Course (curso on-line aberto em massa), com turmas de alunos que chegam a 70 mil estudantes por classe. Vale a pena conhecer e compartilhar.

Baixe o arquivo do vídeo (em inglês) aqui.

 

Ecole repassa arquivos para impressão da coleção Programa Clube Escola

Professora Laís Malaco, coordenadora do Ecole, repassa os arquivos digitais da coleção do Programa Clube Escola ao assessor de comunicação da SEME, Fabiano Kazumi Sado

Nesta segunda-feira, 24 de março, o secretário-adjunto da SEME, Luiz Sales, e o assessor de comunicação, Fabiano Kazumi Sado, receberam os arquivos digitais contendo o Documento Norteador da Proposta Pedagógica do Programa Clube Escola e os seis guias didáticos das famílias esportivas. Todo este material pedagógico formará uma coleção do Programa Clube Escola. É o fim de um longo processo de criação e execução, mas o início de outro processo, o de impressão.

A coleção de sete livros do Programa Clube Escola é fruto de um esforço coletivo, que teve início com a contratação de consultores para a estruturação e desenvolvimento do Curso de Atualização em Pedagogia do Esporte, desenvolvido pela SEME/Ecole, em 2013. De acordo com a professora Laís Malaco, coordenadora do Ecole, assim como o Curso, o processo de impressão contará novamente com o apoio da Unesco, o que permitirá maior agilidade. “Nosso objetivo é garantir que esse material chegue às mãos dos profissionais de Educação Física da rede municipal de São Paulo ainda neste semestre”, afirma.

Vale a pena lembrar aqui sobre a participação de todos, resgatando alguns números sobre o trabalho realizado:

– Colaboraram com a escrita das obras oito consultores, coordenados pela professora Sheila Aparecida Pereira dos Santos Silva
– Participaram do Curso de Atualização em Pedagogia do Esporte cerca de 120 profissionais dos Centros Educacionais e Esportivos (SEME) e dos Centros de Ensino Unificados (SME).
– São abordadas nos Guias 22 modalidades de práticas esportivas.
– Os sete livros da coleção tem ao todo 764 páginas.
– Foram produzidas 73 GB de imagens de todas as modalidades (cerca de 10 mil fotos).
 Os ensaios fotográficos contaram com o apoio de 32 professores.
– Mais de 100 atletas e praticantes de esportes participaram dos ensaios.
– O guia das Artes Marciais e Esportes de Combate foi o que contou com o maior número de colaboradores especializados: 16 professores de artes marciais e boxe.

DSC_0012

O fotógrafo da SEME, Francisco Pinheiro, colaborou nos ensaios das modalidades esportivas presentes nos Guias Didáticos

Conheça os documento que estão disponíveis para consulta on-line, clicando aqui.

Publicações sobre EF e esportes serão impressas

IMG_0399

Luiz Sales, Laís Malaco e Fabiano Sado

A direção da SEME está viabilizando os serviços de impressão dos seis Guias Didáticos e do Documento Norteador da Proposta Pedagógica do Programa Clube Escola. Em reunião com o secretário-adjunto da SEME, Luiz Sales, a professora Laís Helena Malaco, nova coordenadora do Ecole, e o assessor de comunicação da SEME, Fabiano Sado, estabeleceram os parâmetros para que as edições sejam impressas ainda neste semestre e cheguem às mãos dos profissionais de EF da Prefeitura de São Paulo. Os documentos estão sendo finalizados para fechamento de arquivos, mas ainda em caráter de revisão podem receber sugestões compatíveis. Conheça a coleção aqui.

O Projeto 914BRZ1004 Programa Clube Escola da Cidade de São Paulo tem grandes desafios em 2014. O primeiro deles é que será possível verificar no ambiente de trabalho dos Centros Educacionais e Esportivos (CEEs) como o conhecimento transmitido e adquirido no âmbito do Curso de Atualização em Pedagogia do Esporte será empregado para atrair a população de São Paulo à prática esportiva. Em segundo lugar, como o Projeto 914BRZ1004 poderá ser um catalisador de políticas públicas que objetivem a participação da comunidade nos processos de gestão, requalificação e modernização dos equipamentos municipais esportivos geridos pela Secretaria de Esportes, Lazer e Recreação (SEME)/Prefeitura de São Paulo.

O Curso de Atualização em Pedagogia do Esporte oferecido pela SEME, por meio do Espaço do Conhecimento de Lazer e Esporte, não foi apenas um espaço para transferência de conhecimento entre consultores especializados em Educação pelo Esporte e Especialistas em Informações Técnico-culturais Desportivas (EITCDs), ligados à SEME e professores de Educação Física que atuam na rede escolar. De acordo com a professora Laís Helena Malaco, o curso foi também inovador no sentido de que buscou a participação de um público-alvo formado por coordenadores de clubes municipais, gestores regionais, gestores locais e profissionais de Educação Física, tanto ligados a Secretaria de Esportes Lazer e Recreação (SEME) quanto à Secretaria Municipal de Educação (SME), mais especificamente dos Centros Educacionais Unificados (CEUs).

A formação continuada com base no desenvolvimento humano já se manifesta congruente à política de cooperação intersecretarias estabelecida atualmente entre a SEME e a Secretaria Municipal de Educação. Doze Centros Educacionais Unificados (CEUs) serão construídos em espaços públicos administrados pela SEME, sendo que esta última será a gestora das políticas públicas de esporte e lazer nos CEUs e programas de práticas esportivas oferecidos à população, como já está em curso nos CEEs com iniciativas no âmbito do Programa Clube Escola. “É neste momento e a contar com esse horizonte que o Programa Clube Escola precisa ser consolidado como instrumento e garantia de que os objetivos da Educação voltada ao desenvolvimento humano sejam percebidos pelas comunidades paulistanas como um caminho promissor de inclusão social de crianças, adolescentes, jovens, adultos e idosos”, conclui a coordenadora do Ecole.

Livro retrata cotidiano da Educação Física nas escolas

IMG_00021O trabalho intitulado “Proposta curricular para a Educação Física: compreendendo a complexidade do cotidiano escolar na cidade de São Paulo”, de autoria de Daniel Teixeira Maldonado e Sheila A.P.S.Silva foi premiado no XII Seminário de Educação Física Escolar, realizado nos dias 22, 23 e 24 de novembro, promovido pela Escola de Educação Física e Esporte da Universidade de São Paulo. O trabalho é fruto da dissertação de mestrado de Daniel Maldonado, orientado pela Profª Drª Sheila Silva, no programa de pós-graduação em Educação Física da Universidade São Judas Tadeu. “O tema sobre a realidade das aulas de Educação Física nas escolas tem despertado inclusive o interesse de editoras para o tema”, conta Daniel.
Quem se interessar em ler o trabalho na íntegra, pode baixá-lo da Biblioteca Digital da Universidade São Judas Tadeu pelo link abaixo: