Publicações sobre EF e esportes serão impressas

IMG_0399

Luiz Sales, Laís Malaco e Fabiano Sado

A direção da SEME está viabilizando os serviços de impressão dos seis Guias Didáticos e do Documento Norteador da Proposta Pedagógica do Programa Clube Escola. Em reunião com o secretário-adjunto da SEME, Luiz Sales, a professora Laís Helena Malaco, nova coordenadora do Ecole, e o assessor de comunicação da SEME, Fabiano Sado, estabeleceram os parâmetros para que as edições sejam impressas ainda neste semestre e cheguem às mãos dos profissionais de EF da Prefeitura de São Paulo. Os documentos estão sendo finalizados para fechamento de arquivos, mas ainda em caráter de revisão podem receber sugestões compatíveis. Conheça a coleção aqui.

O Projeto 914BRZ1004 Programa Clube Escola da Cidade de São Paulo tem grandes desafios em 2014. O primeiro deles é que será possível verificar no ambiente de trabalho dos Centros Educacionais e Esportivos (CEEs) como o conhecimento transmitido e adquirido no âmbito do Curso de Atualização em Pedagogia do Esporte será empregado para atrair a população de São Paulo à prática esportiva. Em segundo lugar, como o Projeto 914BRZ1004 poderá ser um catalisador de políticas públicas que objetivem a participação da comunidade nos processos de gestão, requalificação e modernização dos equipamentos municipais esportivos geridos pela Secretaria de Esportes, Lazer e Recreação (SEME)/Prefeitura de São Paulo.

O Curso de Atualização em Pedagogia do Esporte oferecido pela SEME, por meio do Espaço do Conhecimento de Lazer e Esporte, não foi apenas um espaço para transferência de conhecimento entre consultores especializados em Educação pelo Esporte e Especialistas em Informações Técnico-culturais Desportivas (EITCDs), ligados à SEME e professores de Educação Física que atuam na rede escolar. De acordo com a professora Laís Helena Malaco, o curso foi também inovador no sentido de que buscou a participação de um público-alvo formado por coordenadores de clubes municipais, gestores regionais, gestores locais e profissionais de Educação Física, tanto ligados a Secretaria de Esportes Lazer e Recreação (SEME) quanto à Secretaria Municipal de Educação (SME), mais especificamente dos Centros Educacionais Unificados (CEUs).

A formação continuada com base no desenvolvimento humano já se manifesta congruente à política de cooperação intersecretarias estabelecida atualmente entre a SEME e a Secretaria Municipal de Educação. Doze Centros Educacionais Unificados (CEUs) serão construídos em espaços públicos administrados pela SEME, sendo que esta última será a gestora das políticas públicas de esporte e lazer nos CEUs e programas de práticas esportivas oferecidos à população, como já está em curso nos CEEs com iniciativas no âmbito do Programa Clube Escola. “É neste momento e a contar com esse horizonte que o Programa Clube Escola precisa ser consolidado como instrumento e garantia de que os objetivos da Educação voltada ao desenvolvimento humano sejam percebidos pelas comunidades paulistanas como um caminho promissor de inclusão social de crianças, adolescentes, jovens, adultos e idosos”, conclui a coordenadora do Ecole.

Anúncios