Bibliografias

AQUI ESTÃO ELENCADAS AS REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS DO CURSO DE CAPACITAÇÃO EM PEDAGOGIA DO ESPORTE PROMOVIDO PELA SEME-ECOLE

MÓDULO I

Protagonismo infanto-juvenil

CASTRO, M.G.; ABRAMOVAY, M. Quebrando Mitos: juventude, participação e políticas. Perfil, percepções e recomendações dos participantes da 1ª Conferência Nacional de Políticas Públicas da Juventude; resumo executivo. Brasília: RITLA, 2009.

RABÊLLO, M. E. D. L. O que é protagonismo juvenil. Disponível em: <http://www.cedeca.org.br/PDF/protagonismo_juvenil_eleonora_rabello.pdf&gt;. Acesso em: 03 dez 2012.

SENA, V. Protagonismo Juvenil e a Educação para o desenvolvimento humano. In: ADRIANI COSTA (Org.). Escola da Família – Série Ideias nº 32. São Paulo: Fundação para o Desenvolvimento da Educação, 2004.

CALIL STAMATO, M.I. Protagonismo Juvenil: uma práxis sócio histórica de ressignificação da juventude. 2008. 222 págs. Tese (Doutorado em Psicologia Social). Pontifícia Universidade Católica de São Paulo. São Paulo, 2008.

COSTA, A.C.G. Protagonismo Juvenil: o que é e como praticá-lo. Disponível em: <http://4pilares.net/text-cont/costa-protagonismo.htm&gt;. Acesso em: 03 dez 2012.

Competição e cooperação

BROTTO, F. O jogo e o esporte como um exercício de convivência.
Campinas-SP Dissertação de Mestrado, 1999.

SATO, Leny et al. As tramas psicossociais da cooperação e da competição
em diferentes contextos de trabalho. Arquivos brasileiros de psicologia.
v.63, págs. 2-14, 2011. Disponível. <http://pepsic.bvsalud.org&gt; Acesso em dez.
2012.

FRANCO, G. S. Psicologia do esporte e cooperação: um jogo infinito. IN:
RUBIO, K. (Org.). Psicologia do esporte: teoria e prática. São Paulo: Casa do
psicólogo, 2003. Págs. 113-138.

MATURANA, H., VARELA, F. El árbol del conocimiento. 3ª ed. Santiago,
Chile: Editorial Universitaria, 1987.

DAOLIO, J. Educação física brasileira: autores e atores da década de
1980. Campinas, SP: Papirus, 1998.

DAOLIO, J. Educação Física e o conceito de cultura. Campinas, SP.
(Coleção polêmicas do nosso tempo): Autores Associados, 2004.

Relação educador-educando

GICOREANO, J. P. Uma caracterização do diálogo significativo na sala de aula. 2008. 198 f. Tese (Doutorado em Educação). Faculdade de Educação, Universidade de São Paulo, São Paulo.

HAYDT, R. Curso de Didática Geral. São Paulo: Ática, 2006.

FREIRE, P. Pedagogia da autonomia: saberes necessários à prática educativa. São Paulo: Paz e Terra, 1996.

OLIVEIRA, Z.; ALENCAR, E. A criatividade faz a diferença na escola: o educador e o ambiente criativos. Contrapontos, vol. 8, n. 2, págs. 295-306 – Itajaí, mai/ago 2008.

TIBEAU, C. Entraves para a compreensão da Criatividade no ensino e na formação do profissional de Educação Física. Efdeportes, Revista Digital. Buenos Aires, ano 8, nº 51, agosto, 2002. Disponível em: <http://www.efdeportes.com/efd51/criativ.htm&gt;. Acesso em: 10 fev. 2013.

TIBEAU, C. A criatividade como ferramenta para a formação do atleta crítico, autônomo e participativo. In: BRANDÃO, M.R. e MACHADO, A. O treinador e a psicologia do esporte. Coleção Psicologia do Esporte e do Exercício, vol 4. S. Paulo: Atheneu, 2009.

TIBEAU,C. Didática com criatividade – uma abordagem na Educação Física. São Paulo: Ícone, 2011.

VINHA, T. P. Observações sobre as normas na escola. Revista Linha Direta. Belo Horizonte, ano 3, nº 26, págs. 16-20, maio, 2000.

Relação entre família, clube e bairro

IBGE. Censo Demográfico 2010. Disponível em: <http://www.ibge.gov.br/home/presidencia/noticias/imprensa/ppts/00000010435610212012563616217748.pdf&gt;. Acesso em: jan. 2013.

MALTA, D.C. Família e proteção ao uso de tabaco, álcool e drogas em adolescentes, Pesquisa Nacional de Saúde dos Escolares. Revista Brasileira de Epidemiologia, v.14(1), supl., págs. 166-77, 2011.

SCHENKER, M.; MINAYO, M.C.S. A implicação da família no uso abusivo de drogas: uma revisão crítica. Ciências e Saúde Coletiva, v. 8 (1), págs. 299-306, 2003.

VILANI, L. H. P.; SAMULSKY, D. M. Família e Esporte: uma revisão sobre a influência dos pais na carreira esportiva das crianças e adolescentes. In: SILAMI GARCIA, E. (Org.) Temas Atuais VII: Educação Física e Esporte. Belo Horizonte: Health, 2002, págs.9-26.

DE ROSE JR., D. Esporte, Competição e Estresse: implicações na infância e na adolescência. In: _______ (Org.). Esporte e atividade física na infância e na adolescência: uma abordagem multidisciplinar. Porto Alegre: Artmed, 2009, págs.103-114.33

MORAES, L.C. et al. Papel dos Pais no Desenvolvimento de Jovens Futebolistas. Psicologia: reflexão e crítica, v. 17 (2), págs.211-222, 2004.

MACIVER, R.M. & PAGE, Charles. Comunidade e sociedade como níveis de organização social. In: FERNANDES, Florestan (Organizador). Comunidade e sociedade. São Paulo: Nacional, 1973. v.1, págs.117-131

WHITAKER, F. Rede: uma estrutura alternativa de organização. Disponível em <http//www.inforum.insite.com.br/arquivos/2591/estrutura_alternativa_organizacao.PDF>. Acesso em: 29 Abr. 2013.

MÓDULO II

Esportes Coletivos Terrestres

Bayer, C. La enseñanza de los juegos deportivos colectivos. Barcelona: Hispano Europea, 1986.

Bello, N.; Alves, U.S. Futsal: conceitos modernos. São Paulo: Phorte, 2007.

Bizzocchi, C. O voleibol de alto nível: da iniciação à competição. Barueri: Manole, 2013.

Blázquez, D. Iniciación a los deportes de equipo. Barcelona: Martinez Rocca, 1986.

Bojikian, J.C.; Bojikian, L.P. Ensinando voleibol, 5ª. Ed. São Paulo: Phorte, 2012.

Correa, U.C. & Tani, G. Esportes coletivos: alguns desafios quando abordados sob uma visão sistêmica. In De Rose Jr., D., Modalidades esportivas coletivas. Rio de Janeiro: Guanabara Koogan, cap. 2, 2006.

De Rose Jr., D. Modalidades esportivas coletivas. Rio de Janeiro: Guanabara Koogan, 2006.

De Rose Jr. D. & Silva, T.A.F. As modalidades esportivas coletivas (MEC): história e caracterização. In De Rose Jr., D., Modalidades esportivas coletivas. Rio de Janeiro: Guanabara Koogan , p. 1-14, 2006.

De Rose Jr., D. & Tricoli, V. Basquetebol: uma visão integrada entre ciência e prática. Barueri: Manole, 2005.

Delors, J. et.al  Educação: um tesouro a descobrir. Relatório para a UNESCO sobre educação do século XXI. São Paulo: Cortez, cap. 4, 1998.

Ferreira, A.E.X. & De Rose Jr., D. Basquetebol, técnicas e táticas: uma abordagem didático pedagógica. São Paulo: EPU, 2010.

Galatti, L.R. & Paes. R.R. Pedagogia do Esporte: iniciação em basquetebol. Hortolândia: IASP, 2007.

Gomes, A.; Dechechi, C.J. Handebol: conceitos e aplicações. Barueri: Manole, 2012.
Greco, P.J. Iniciação esportiva universal: metodologia da iniciação esportiva na escola e no clube. Belo Horizonte: UFMG, vol. 1 e 2, 1998.

GRECO, P.J.; BENDA, R.N. Iniciação aos esportes coletivos: uma escola da bola para crianças e adolescentes. In De Rose Jr., D., Modalidades esportivas coletivas. Rio de Janeiro: Guanabara Koogan, p. 180-193, 2006.

Hernandéz Moreno, J. Análisis de las estructuras del juego deportivo. 2ª ed., Barcelona: INDE, 1998.

Instituto Ayrton Senna. Educação pelo esporte: educação para o desenvolvimento humano pelo esporte. São Paulo: Saraiva, 2004.

Marques, J.A.A. Esporte e desenvolvimento humano: uma visão integrada. Produto 1 – Projeto SEME/UNESCO – 914BRZ1006. Relatório não publicado, 2012.
KNIJNIK, J.D. Handebol. São Paulo: Odysseus, 2009.

Korsakas, P. & De Rose Jr., D. Os encontros e desencontros entre esporte e educação: uma discussão filosófico-pedagógica. Revista Mackenzie de Educação Física e Esporte , v.1, n.1, p.83-93, 2002.

Kroger, C. & Roth. K. Escola da bola: um ABC para iniciantes nos jogos esportivos. São Paulo: Phorte Ed., 2002.

LOPES, A.A.S.M.; SILVA, S.A.P.S. Método integrado de ensino no futebol. São Paulo: Phorte, 2009.

LAMAS, L.; SEABRA, F. Estratégia, tática e técnica nas modalidades esportivas coletivas: conceitos e aplicações. In De Rose Jr., D., Modalidades esportivas coletivas. Rio de Janeiro: Guanabara Koogan, p. 40-59, 2006.

MITCHELL, S.A.; OSLIN, J.L.; GRIFFIN, L.L. Teaching sport concepts and skills: a tactical game approach, 2a. Ed.. Champaign- IL: Human Kinetics, 2006.

OLIVEIRA, V.; PAES, R.R. Ciência do Basquetebol: pedagogia e metodologia da iniciação à especialização. Lodrina: Midiograf, 2004.

Paes, R. R. & Balbino, H. F. Pedagogia do esporte: contextos e perspectivas. Rio de Janeiro: Guanabara Koogan, 2005.

Perez, T.P.; Reverdito, R.S. & Scaglia, A.J. Argumentos em favor da pedagogia do esporte: implicações para a prática pedagógica. EFDeportes, Revista Digital, año 13, 125, octubre. (www.efdeportes.com), 2008.

Reverdito, R.S.; Scaglia, A.J. & Paes, R.R. Pedagogia do esporte: panorama e análise conceitual das principais abordagens. Motriz, v.15, n.3, p. 600-610, 2009.

RODRIGUES, H.A.; DARIDO, S,C. Basquetebol na escola. Rio de Janeiro: Guanabara Koogan, 2012.

Rodriguez, J.R.; Robles, M.T.A. & Fuentes-Guerra, F.J.G. Concepto, características, orientaciones y clasificaciones del deporte actual. EFDeportes, Revista Digital, año 14, 138, noviembre, 2009. (www.efdeportes.com)

SCAGLIA, A.J. O futebol e as brincadeiras de bola: a família dos jogos de bola com os pés. São Paulo: Phorte, 2011.

TRAVERZIM, A.; AZEVEDO JR., L.C.D. Esporte escolar: conceitos, percepções e possibilidades 1 – modalidades coletivas. São Paulo: Ícone, 2011.

Voser, R.C. & Giusti, J.G. O futsal e a escola: uma perspectiva pedagógica. Porto Alegre: Artmed, 2008.

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s