Módulo I

Os participantes do primeiro módulo do Curso de Capacitação em Pedagogia do Esporte foram convidados a cooperar com uma ampla sistemática de avaliação, que contou com professores de Educação Física da Secretaria de Esportes, Lazer e Recreação e da Secretaria Municipal de Educação, além de gestores regionais e locais de equipamentos esportivos. Ao total foram tabeladas respostas de 89 participantes. O Módulo I do curso serviu, essencialmente, para contextualizar e aperfeiçoar a nova proposta pedagógica, que será sintetizada no Documento Norteador do Programa Clube Escola.

VOCÊ APRENDEU ALGUMA COISA NOVA NO CURSO (MÓDULO I):

SIM 68 86%
NÃO 21 24%

CASO TENHA APRENDIDO ALGO NOVO, POR FAVOR, ESCREVA O QUE FOI, OU O QUE FOI MAIS IMPORTANTE PARA VOCÊ

“Algumas descobertas sobre movimento e aprendizagem motora, atualizações e novas pedagogias de ensinamentos. E como alguns aspectos foram descobertos. Algumas aulas complementaram os ensinamentos da graduação.”

“Aprendi que muitas das vezes nós fazemos a coisa certa, da maneira certa. Porém, por falta de uma avaliação, ou até de maior esclarecimento teórico, achamos que não estamos fazendo a coisa certa.”

“Aprendi sobre análise de tarefa e estratégias de ensino.”

“A discussão sobre as experiência do grupo sempre agrega algo novo, considerando as situações parecidas que vivemos, e a forma diferente de lidar com isso.”

“Na aula do Dante ele colocou a classificação dos esportes , de uma forma que não conhecia e citou o livro de José Hernandez Moreno que fala sobre está classificação.”

“Aprendi que é possível a adaptação de atividades sem nivelar para baixo a capacidade dos alunos.”

“O que mais apreendi foi que cooperação e competição podem ser vistas sob outro ângulo, convergentes e complementares. Já venho trabalhando nesta linha. É bom saber que terei apoio para desenvolver meu trabalho.”

“O que considerei mais importante foi ter constatado que estou tentando desenvolver meu trabalho com base nas teorias apresentadas: protagonismo juvenil, cooperação e competição, reflexões conjuntas (educador-educando), envolvimento da família, enfim, um trabalho global com nossos educandos.Considerei como novo o tema análise da tarefa. Não posso afirmar que aprendi algo novo, mas estou adorando relembrar todos os conceitos teóricos que são fundamentais para a atuação prática.”

“Devemos sempre estar atualizando nosso conhecimento e trocando experiências com os colegas, pois a vivência do outro pode ser muito útil, além de ter uma visão diferente do conteúdo ministrado na faculdade.”

“Este curso está contribuindo muito para que eu me torne uma profissional melhor e tente colocar em prática está nova forma de lidar com os alunos/comunidade, que é uma realidade diferente da minha experiência profissional, mas quanto maior o desafio, maior a vontade de ser bem sucedido.”

“Poder conhecer novas informações e colocá-las em prática na unidade de trabalho, a fim de melhorar o atendimento prestado à comunidade local e com isso poder desenvolver novos projetos e ter a participação em grande número pela comunidade.”

“De modo geral, acho que para mim, que já sou formada há muito tempo, relembrei muitas coisas em relação aos esportes e uma novidade é a forma como se ensina o esporte. Quando me formei, primeiro se ensinavam os fundamentos de um esporte até se chegar ao jogo. Atualmente, já começamos ensinando o jogo (de uma forma simples) e aí vai se ensinando os fundamentos. Também a criança ou o adolescente precisa entender o que ele está fazendo e isso ter um significado para ele e muitas vezes até opinar e dar sugestões de como ele pode aprender de uma forma mais clara estes esportes.”

“O mais importante foi a relação educador-educando, pois muitos ainda são autoritários e não respeitam as diferenças e necessidades dos educandos. Como tenho feito muitos cursos ao longo da minha carreira, basicamente, o que foi dito eu já conhecia, portanto, somente foi relembrado os assuntos em pauta.”

“No geral todas as aulas foram muito boas. Algumas coisas achei muito importante: – diálogo, mediação e criatividade; – inclusão – acessibilidade; – integração clube escola, família e comunidade – a importância do equilíbrio do corpo nos esportes – desenvolvimento integral dos educandos – reflexão, planejamento, estratégia e avaliação. Não que tenha sido algo novo, mas sim, depois de tanto tempo de formada, formas diferentes de ver as coisas já aprendidas.”

“Atualizei as varias formas de passar os conteúdos para conseguir um melhor aproveitamento do grupo de alunos. Foi bom para relembrar assuntos vistos na faculdade. Ter um olhar renovado para novas possibilidades e idéias. E ainda ver como resolvemos de forma diferente uma só questão.”

“Aprendi que a análise da tarefa, tendo como protagonistas alunos infanto-juvenis, apresenta uma relação educador-educando a nível de construção de ambientes de aprendizagem, para resgatar dentro das famílias-clube-bairro o desenvolvimento humano, por meio da cooperação e atividades práticas ligadas às modalidade esportivas”

“Aprendi sobre as várias formas de aplicar o tema competição e cooperação, formas de avaliação, a relação entre professor e aluno, análise das tarefas entre micro e macro planejamentos, desenvolvimento de competências.”

“O esporte pode ser aplicado a todos independente da suas habilidades.”

“Aprendi que a pedagogia no esporte, sendo bem aplicada, tem tudo pra trazer benefícios. O mais importante foi a questão do envolvimento dos indivíduos no sentido de manter sua vontade de participar e não apenas competir.”

“Novas formas de abordagens pedagógicas; protagonismo juvenil. O que foi mais importante para mim, foi saber que dentro de um grupo de jovens a gente tem que lidar, caso a caso, porém nem sempre podemos fazer um trabalho igual com todos.”

“Aprendi que o aprendizado contínuo do conhecimento geral do esporte, nos permite um desempenho mais adequado para a prática e aplicação deste e contribui para com os nossos aprendizes.”

“As características do esporte de rendimento e a diferença do esporte de participação e seus objetivos. Não conhecia todas que o educador necessita para ser um bom profissional, ser diferenciado. Algumas coisas interessantes foram comentadas: os modelos de ensino, que não lembrava.”

“Construir e desconstruir é a melhor maneira de obter conhecimento.”

“Tudo. Todos os professores trouxeram algo novo em suas aulas, eles são de excelente nível, o curso está muito bom.”

“Vejo como ‘algo novo’, o foco na integração de todos os tema abordados, dentro do propósito de trabalhar com nossos alunos em uma perspectiva de Desenvolvimento Integral, através dos 4 Pilares da Educação para o século XXI, utilizando do esporte como ferramenta para alcançar estes objetivos.”

“Mais uma vez aprendi a importância do planejamento de uma aula, o quanto é importante saber lidar com as diferenças e limitações de cada criança.”

“Compreendi de forma clara a proposta de planejamento e organização de aulas e objetivos e qual o foco da SEME. As dinâmicas realizadas pela professora Cynthia também foram marcantes para entender as diferentes formas de abordagem e atendimento que os profissionais podem usar em suas aulas.”

“Todo o conteúdo do curso é extremamente pertinente para o nosso dia-a-dia, por isso fica difícil eleger um conteúdo, porém, sinto necessidade de um melhor embasamento de como lidar com conflitos, além de conhecer melhor as várias possibilidades de estratégias de ensino.”

“Depois de alguns anos na profissão, perde-se um pouco da essência do planejamento, a qual fica, em muitos momentos, no ‘automático’. Foi muito bom resgatar essa importância do planejamento bem estruturado, visando a formação do aluno/atleta do futuro, em um planejamento macro e não apenas no micro. Muito bom reciclar esse assunto. Aprendi a refletir melhor sobre a minha prática do dia dia, relembrei alguns conceitos e pude participar com minhas dúvidas, pois muitas vezes esquecemos de algumas coisas que são úteis.”

“Avaliar de uma nova forma o desenvolvimento humano através do estudo do movimento.”

“Já estava seguindo esta linha de pensamento e atuação. Da totalidade para a individualidade. Percebi que é totalmente viável e terei apoio atuando desta forma.”

“Interação entre profissionais de diferentes atividades, porém com o mesmo objetivo. Além das informações como condução do profissional da área educacional esportiva.”

“Entendi o pensamento SEME-Clube Escola. A divisão do esporte em três partes: esporte-lazer e recreação, esporte-educacional e esporte-competição”

“Aprendi muito com a primeira aula referente a educador/educando, mostrou-me o quanto é importante questionar e atuar com inteligência.”

“Rever conceitos, aulas, métodos pedagógicos, dicas, informação e conteúdo são válidos para aperfeiçoamento e aprimoramento da vida profissional e pessoal.”

“Acredito ter aproveitado a visão do ensino do esporte na sua globalidade e espero que realmente se crie um programa de trabalho para que os técnicos em Educação Física apliquem esses conhecimentos e planejem mais suas aulas.”

“Foi poder atualizar e aprender com novas informações importantes dos docentes, de como poder realizar um ótimo trabalho em nossa unidade, agregando com o que já realizamos, no intuito de atender bem a comunidade local e ao mesmo tempo, expandindo a divulgação do nome do Clube e o que ele oferece, para receber pessoas até mesmo de outros bairros a frequentarem nossas aulas e, consequentemente, fazerem parte da nossa comunidade.”

“As diversas técnicas para se dar aula, a partir do seus objetivos: ensino do professor para o aluno até o autoaprendizado.”

“Sobre o Protagonismo Juvenil acho que relembramos vários métodos e coisas esquecidas do passado que são atuais sempre.”

“Foi bom relembrar alguns ensinamentos que aprendemos na faculdade e algumas dinâmicas que consegui passar aos alunos.”

“Sempre aprendemos (ou, recordamos) algo que nos motiva a reavaliarmos, renovarmos e aprimorarmos o conteúdo e as estratégias de nossas aulas.”

“O mais importante foi saber que algo que sempre defendi está retornando ao ensino básico da educação física, o aprendizado e desenvolvimento das modalidades esportivas dentro das escolas e clubes, que julgo de extrema importância ao desenvolvimento humano.”

A RESPEITO DOS TEXTOS DE APOIO PARA AS AULAS DISPONIBILIZADAS NO PORTAL DA SEME (INTERNET)

Aula 1A – Esporte 51 16%
Aula 1B – Competição e Cooperação 47 15%
Aula 1C – Desenvolvimento Humano 38 12%
Aula 2A – Relação Educador-Educando 39 12%
Aula 2B – Protagonismo Infanto-Juvenil 27 9%
Aula 2C – Familia-Clube-Bairro 29 9%
Aula 3A – Análise da Tarefa 31 10%
Aula 3B – Construção de Ambientes de Aprendizagem 27 9%
Não li nenhum dos textos 28 9%

CASO NÃO TENHA CONSEGUIDO LER OS TEXTOS, QUAL FOI A RAZÃO PARA ISSO?

Não tenho acesso à Internet no trabalho, nem em casa. 6 6%
Não sabia de onde baixar os textos (o endereço da Internet). 6 6%
Não tive tempo para ler. 49 48%
Não me interessei pela leitura. 3 3%
Outros 39 38%

Esta avaliação do Módulo I abordou também a satisfação do alunos em relação às aulas ministradas pelos professores/consultores contratados pelo Projeto 914BRZ1006. Esta avaliação foi realizada caso a caso e está disponível para consulta. De maneira geral, a avaliação dos professores foi excelente e o conteúdo trabalhado foi útil para a atuação profissional daqueles que responderam a esta avaliação, conforme abaixo:

APROVEITAMENTO GLOBAL DO MÓDULO I

SIM 84 94%
NÃO 5 6%
Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s